Novo espaço para advocacia em Pinheiros reforça interiorização da Ordem

Interiorização é um marco da OAB-ES. Foto: Divulgação.
Interiorização é um marco da OAB-ES. Foto: Divulgação.
A interiorização da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Espírito Santo (OAB-ES), já é uma realidade. Com grande avanço na estruturação das Subseções, aconteceu na manhã desta sexta-feira (30) a inauguração do novo espaço em Pinheiros, considerado um marco para a advocacia.

Em seu discurso, o presidente da OAB-ES, Homero Mafra, foi enfático ao falar sobre o tratamento igualitário que deve ser dispensado aos advogados e sobre a falta de celeridade na comarca de Pinheiros. “É preciso que se compreenda que o advogado é essencial para a administração da Justiça. Juiz não faz favor quando despacha um processo, assim como servidor não faz favor quando atende advogado. O que queremos é só o tratamento igualitário, isonomia, aquilo que a Constituição nos assegura. Com prerrogativa a gente não transige, sei que os processos estão parados, faltam despachos, falta sentença”, enfatizou.

Veja mais:
Advocacia de Nova Venécia é fortalecida com auditório e escritórios coletivos

Colégio de Presidentes de Subseções quer informações sobre procedimentos extrajudiciais de cartórios

Na ocasião, o presidente da OAB-ES também informou sobre a nova iniciativa da Ordem com as “Brigadas do PJe”, que vai percorrer todo o estado com técnicos e advogados para treinar a advocacia e configurar os computadores dos profissionais para o Processo Eletrônico. Homero Mafra anunciou que em agosto as Brigadas estarão em Pinheiros.



A vice-presidente da Seccional, Simone Silveira, fez um discurso emocionado e de reconhecimento com a atuação da advocacia de Pinheiros. “Estão de parabéns porque é uma advocacia combativa, destemida. A sociedade de Pinheiros tem que ter muito orgulho de vocês, que não esmorecem e lutam. O assunto Pinheiros está sempre em nossas reuniões. Desejamos que tenham muito sucesso aqui na comarca. Acredito que estarmos praticamente na frente do Fórum é uma representação simbólica, pois a jurisdição tem que lembrar que nós existimos, que é para o advogado e para o jurisdicionado que o Judiciário existe. Se não for para isso, não tem razão de existir. Justiça morosa não é justiça, é qualquer coisa menos justiça. Se eles vão fingir que estão prestando jurisdição, nós não vamos fingir que isto está acontecendo. Vamos buscar a prestação jurisdicional, porque não há justificativa para uma demora de cinco anos para uma sentença de aposentadoria rural. Não vamos aceitar isso e nessa empreitada estamos juntos. Que esse novo espaço seja para vocês a casa da cidadania e da advocacia. ”

Com uma mensagem de agradecimento referente a atenção recebida pela diretoria da Ordem, o presidente da Subseção de Nova Venécia, que sedia a comarca de Pinheiros, José Carlos Saíd, também expôs problemas já citados, afirmando: “Lidamos com prestação jurisdicional ineficiente, com quadro de servidores do Judiciário cada vez mais restrito e comarcas inviáveis, mas não significa que vamos nos conformar com isso. Precisamos estar integrados e unidos. Hoje é um dia daqueles que a gente coloca no compartimento da estante onde guardamos as memórias especiais, porque é uma grande conquista e um marco. ”

Já o vice-presidente da Subseção, Allan dos Santos Pinheiro, frisou que “o novo espaço é o primeiro passo para grandes sonhos que temos em Pinheiros. Nós fazemos a sala para receber todos os colegas, inclusive de outras regiões. Hoje em Pinheiros precisamos muito ser vistos e ouvidos, diante da dificuldade do dia a dia, porque cada um aqui tem um ou mais problemas com o andar da advocacia dentro do município. Quero agradecer a todos que se empenharem para essa conquista e tenho certeza que quando o presidente Homero realiza um sonho da advocacia, realiza também um sonho seu. ”

O advogado Kleiton Dalfior afirmou que a construção é fruto de muito trabalho de todos, desde o presidente Homero Mafra e a vice-presidente Simone, que não medem esforços, até o presidente Saíd, também sempre incansável e buscando melhorias para cidade e comarca. Isso representa para nós algo muito grande. Agora estamos próximos ao Fórum, na rua principal que dá acesso ao centro da cidade. Hoje todas as pessoas que passarem por aqui vão ver que temos uma sala dos advogados de Pinheiros. Tenho absoluta certeza que isso só vai elevar o nome da advocacia de Pinheiros”, enfatizou.

Já o advogado, João Pablo de Souza Moreira,  acredita que a nova estrutura vai contribuir não só para a advocacia do município, mas para advocacia em geral. “Nosso Fórum tem uma estrutura precária, então esse espaço será primordial para o exercício da prática profissional.”

Presidente da Subseção de Cachoeiro de Itapemirim, Robson Louzada, que é coordenador do Colégio de Presidentes de Subseções, fez questão de prestigiar a inauguração. “A importância desse espaço não é exclusivamente institucional e política, mas também para nos sentirmos acolhidos, para socorrer um cliente que não tem onde descansar, aguardar uma audiência quando o Fórum está cheio. O presidente Saíd sempre se empenhou e brigou para essa conquista. Fico muito feliz de poder prestigiar essa inauguração. ”

O secretário-geral da Ordem, Ricardo Brum, e a secretária-geral adjunta, Érica Neves, também estiveram presentes na inauguração, assim como os presidentes da Subseção de Castelo, Carlos Henrique Soares Petter e a presidente da Subseção de Ibiraçu, Gracelia Maria Conte.

O novo espaço em Pinheiros possui um mini auditório, sala de reunião e um ambiente amplo e adequado para atender a demanda da advocacia. Em breve Pinheiros também terá disponível a antena de tramisssão para os cursos da AASP. 

Galeria de Fotos

keyboard_arrow_up