Nacional

XXIV Conferência Nacional da Advocacia Brasileira é lançada e terá Ulysses Guimarães como patrono



A XXIV Conferência Nacional da Advocacia Brasileira foi oficialmente lançada nesta segunda-feira (18), durante reunião ordinária do Conselho Pleno da OAB. A solenidade também foi marcada pela escolha unânime do advogado e deputado constituinte Ulysses Guimarães como patrono desta edição do evento, que acontecerá de 16 a 18 de novembro de 2020, em Brasília. 

Para o presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, as conferências representam os maiores momentos de cada gestão. “Já tive a honra de realizar uma conferência nacional quando eu presidia a seccional do Rio de Janeiro. É um momento em que a advocacia fala à sociedade brasileira, valendo-se do seu histórico papel em um momento muito delicado. Por isso esperamos, mais do que nunca, um ambiente democrático, amplo, capaz de refletir as nossas divergências e, ao mesmo tempo, apontar destinos e rumos para advocacia e para o país”, apontou.

Santa Cruz conclamou a união do Sistema OAB para alcançar o tradicional objetivo de realizar uma conferência sempre melhor que a anterior. “É o maior evento jurídico do mundo. Ou seja, é impossível realiza-lo somente com o esforço da seccional anfitriã e do Conselho Federal da OAB. Esse será um fardo muito mais fácil de ser carregado se cada seccional, se cada subseção, se cada advogado se envolver verdadeiramente com a conferência”, disse.   

O presidente da OAB-DF e anfitrião da conferência, Délio Lins e Silva, destacou que quer realizar um evento democrático e que chegue efetivamente à advocacia brasileira. “Todas as conferências têm a sua importância histórica. Mas nessa, o intuito é o de que possamos promover a total inclusão, inclusive daqueles que não puderem vir. Vamos promover a venda de palestras e painéis, que poderão ser adquiridos e acompanhados ao vivo pela internet. Queremos e vamos fazer a maior e melhor conferência da história, grande em números e em qualidade”, adiantou Silva.

O chefe da Casa Civil do Distrito Federal e ex-presidente da OAB-CE, Valdetário Monteiro, falou em nome do governo distrital. “Sou ex-presidente de seccional, assim como nosso governador Ibaneis Rocha. Sei da dimensão deste evento para a advocacia, para a sociedade, e por isso mesmo o governo se mostra entusiasmado e feliz com a escolha por Brasília. Algumas datas comemoradas em 2020 comungam com a conferência: a capital federal completará 60 anos e a OAB Nacional completará 90 anos”, ressaltou Monteiro.

Valdetário também levou à sessão uma sugestão do governador Ibaneis Rocha, acatada pelo Conselho. “Temos no Brasil 1.075 subseções da Ordem. A ideia é realizar um grande encontro, um colégio destas subseções dentro da conferência, ampliando o acesso aos debates à advocacia do interior do Brasil. É hora de reinventar essas relações entre a OAB e a advocacia militante”, sugeriu. 

Homenagem aos 89 anos da OAB

O membro honorário vitalício Roberto Antonio Busato – que presidiu a OAB Nacional de 2004 a 2007 – recebeu uma homenagem dedicada a todos os ex-presidentes da Ordem, pelo reconhecimento da diretoria e dos conselheiros federais à contribuição ao longo dos 89 anos da entidade, completados nessa segunda-feira (18).

Fonte: OAB Nacional 

keyboard_arrow_up