TRT-ES convida advogados para sessão gratuita de cinema do documentário Menino 23

O ​ TRT-ES reservou 20 vagas para os advogados que quiserem participar da sessão exclusiva de cinema gratuita do documentário Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil, no Cine Sesc Glória, nesta sexta-feira (26), às 16h30. Após a exibição do filme, que tem cerca de  1h20 de duração, haverá um debate de aproximadamente 50 minutos. 

O debate será mediado pela juíza do TRT-ES Suzane Schulz Ribeiro, gestora regional do Programa Trabalho Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil, junto com o procurador do trabalho Vitor Borges e o historiador e juiz Getúlio Neves, que é presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo (IHGES).

Menino 23

O filme revela uma tragédia brasileira pouco conhecida. Na década de 1930, um grupo de 50 meninos de um orfanato do Rio de Janeiro, todos negros, foram "adotados" por um fazendeiro branco e levados para trabalhar como escravos no interior de São Paulo.

O documentário, dirigido por Belisario Franca, foi construído a partir das investigações do professor de história Sidney Aguilar Filho. Depoimentos revelam que foram encontrados tijolos com a suástica nazista na fazenda, onde os garotos eram submetidos a trabalhos forçados e violência física.

Como se inscrever

Para participar, os interessados devem enviar e-mail para nuc[email protected], com nome completo e setor. As vagas são limitadas. O Cine Sesc Glória fica no antigo Teatro Glória, em frente à Praça Costa Pereira, a duas quadras do Edifício Castelo Branco.

Saiba mais sobre o filme aqui.

keyboard_arrow_up