Encontro

Rizk Filho recebe visita do presidente da Seccional de Minas, Raimundo Candido Junior



O presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho, recebeu nesta quarta-feira (13/11), na sede da entidade, a visita do presidente da Seccional da OAB de Minas Gerais, Raimundo Candido Junior. Os dois dirigentes aproveitaram o encontro para conversar sobre experiências positivas das duas Seccionais e os desafios da advocacia no país.

Candido Junior destacou o trabalho do presidente da Seccional do ES. "Nós temos acompanhado, no grupo de presidentes das seccionais, o belo trabalho que o presidente José Carlos Rizk tem desempenhado à frente da OAB-ES. Nós sempre tivemos muita afinidade com a Seccional do Espírito Santo e, por isso, eu fiz questão de fazer uma visita hoje aqui ao presidente, pra gente trocar essas experiências das duas Seccionais e fazer o engrandecimento da advocacia, tanto lá como cá", declarou.

De acordo com o presidente da Seccional mineira, um dos grandes desafios do início de sua gestão foi acertar as dívidas da entidade. "Assumimos a Seccional muito endividada, devendo R$ 44 milhões. Então nosso primeiro projeto foi colocar as finanças em dia, e graças a Deus não precisamos nos socorrer em bancos e estamos fechando o ano pagando as contas. Não pudemos realizar muitas coisas, mas fizemos o trabalho sempre de fortalecer o advogado. Costumo dizer que nós queremos construir um grande edifício chamado "O Advogado", porque precisamos fortalecer o advogado no exercício da sua profissão", ressaltou.

Os problemas da advocacia estão crescendo e preocupando a OAB, relatou Candido Junior. "A gente tem dado todo o apoio aos advogados em suas prerrogativas, para que possam ser respeitados. Estamos fazendo também uma campanha de conscientização do próprio advogado, porque muitos não se valorizam e começam a fazer trabalhos por 20, 30, 50 reais. Eles não podem ficar desmoralizando a profissão. A maioria não cobra por consultas. Então, nós temos que fazer um trabalho de conscientização sobre a necessidade de a própria classe se valorizar e ser cada vez mais respeitada", acrescentou.

Por sua vez, o presidente José Carlos Rizk Filho destacou o trabalho que Candido Junior tem realizado à frente da OAB de Minas. "Conheço bem o trabalho do presidente Raimundo em Minas e sei que ele tem se destacado por essa campanha de conscientização da advocacia, além do enorme esforço para ajustar as contas da entidade. Ele tem toda razão quando fala sobre a necessidade de valorização do trabalho dos advogados e das advogadas. Enfrentamos no Espírito Santo o mesmo desafio, respeitando-se o tamanho dos Estados e a proporcionalidade, é claro. Estamos ao lado dos advogados nessa missão de valorização dos seus trabalhos e de respeito às suas prerrogativas", enfatizou Rizk.
keyboard_arrow_up