Workshop

Presidente de comissão debate Propriedade Intelectual com especialistas em Brasília

Eduardo Lycurgo Leite e Juliano Regattieri Oliveira.
Eduardo Lycurgo Leite e Juliano Regattieri Oliveira.


O presidente da Comissão Especial de Direito Cultural e Propriedade Intelectual da OAB/ES, Juliano Regattieri, esteve em Brasília, onde participou de reuniões com profissionais da área de Propriedade Intelectual, entre os dias 13 e 15 de maio.
Sua primeira agenda foi com o inventor, empresário e especialista em patentes Henry Suzuki, na Universidade de Brasília, onde conheceu o projeto “Workshop Redação de Patentes, Além dos Guias”.

Segundo Suzuki, quem ministra o workshop, “em uma iniciativa inédita, mais de 150 instituições brasileiras de ensino, pesquisa, empreendedorismo e inovação apoiarão a realização de oficinas gratuitas sobre redação de patentes em todo o país. No total, serão 75 edições, cobrindo todas as 27 unidades federativas do Brasil ao longo de 2019.”

Sobre o projeto, cada edição terá dois dias de duração. O programa conterá uma introdução sobre patentes e outros mecanismos de apropriação intelectual. Passará pela revisão de guias e diretrizes e terminará com atividades “mão na massa” envolvendo busca, interpretação e redação de patentes. Complementarmente serão realizadas oficinas práticas de busca de informações e mapeamento de tecnologias, com base em dados publicados em patentes e outras fontes.


Segundo Regattieri, que participou dos dois dias da edição de Brasília, o seminário é bem dinâmico e possibilita uma visão mais ampla e estratégica sobre o instituto da Patente, apresentado como uma ferramenta e não como um objetivo em si, por exemplo. “Além disso, deixa claro que a métrica quantitativa sobre Patentes depositadas pode não ser a melhor forma de análise do grau de desenvolvimento tecnológico das instituições”, reforçou.

Quem quiser participar, as inscrições são gratuitas, limitadas ao número de vagas, e podem ser feitas no site: www.axonal.com.br/capacitacao.

A agenda também se estendeu a uma reunião com o presidente da Comissão de Propriedade Intelectual da OAB/DF, Eduardo Lycurgo Leite, onde foi discutida a possibilidade de intercâmbio de conteúdo sobre matéria de Propriedade Intelectual.

Os Presidentes também debateram assuntos como o Acordo de Madrid, em trâmite no Congresso Nacional; os possíveis reflexos da Inteligência Artificial na área da Propriedade Intelectual e o panorama geral da Propriedade Intelectual para os próximos anos.

“A viagem foi muito proveitosa. Nossa Comissão já está bem próxima das Comissões de Propriedade Intelectual das Ordens do Rio de Janeiro e de Brasília. Nosso projeto, que está em total consonância com os das Comissões até agora contatadas, é de criar uma rede de união entre os profissionais de Propriedade Intelectual para disseminar ao máximo a matéria”, concluiu Regattieri.
keyboard_arrow_up