Acidente da Terceira Ponte

OAB pede à Justiça que advogado seja transferido para Sala de Estado Maior ou prisão domiciliar



A Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Espírito Santo (OAB-ES) informa que está acompanhando o caso do advogado Ivomar Rodrigues Gomes Junior, autuado por supostamente provocar acidente com duas mortes na Terceira Ponte, na madrugada de quarta-feira (dia 22/05). Caso se verifique conduta incompatível com a advocacia, a Ordem tomará todas as medidas administrativas cabíveis. Ao mesmo tempo, a Ordem informa que apresentou à Justiça um habeas corpus para que o advogado fique custodiado em Sala de Estado Maior, como determina a lei 8.906/94. A Ordem ressalta que, não havendo a possibilidade da custódia em Sala de Estado Maior, a mesma lei determina prisão domiciliar.

keyboard_arrow_up