OAB-ES tem contas de 2016 aprovadas por Conselho Federal e é citada como exemplo de gestão

Contas da OAB-ES foram aprovadas por unanimidade no Conselho Federal. Foto: Divulgação.
Contas da OAB-ES foram aprovadas por unanimidade no Conselho Federal. Foto: Divulgação.

As contas da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Espírito Santo (OAB-ES), relativas ao exercício de 2016, foram aprovadas à unanimidade e sem ressalvas pelo Conselho Federal da Ordem em sessão realizada nesta segunda-feira (11), em Brasília. A organização e os diversos investimentos realizados pela Seccional foram considerados exemplares pelo CFOAB.

Conselheiro Federal responsável por analisar as contas da OAB-ES, Pedro Biazotto (OAB-TO), destacou o trabalho equilibrado dos gestores da Seccional em prol do crescimento da advocacia.

“Verifica-se investimento no preparo e implementação de recursos e ações de maneira planejada, com vistas a receber o crescimento da instituição, com melhora dos serviços existentes. O Relatório de Gestão é ilustrativo de amplo e elogiável trabalho dos gestores da OAB/ES nas mais diversas áreas de interesse da advocacia e da sociedade, com um significativo número de ações e atividades de variada natureza e que dão suporte demonstrativo dos êxitos alcançados em sua missão institucional, quanto ao cumprimento de metas”, relatou Pedro Biazotto.

O relator das contas da OAB-ES não teve dúvidas quanto a aprovação. “Destacando que o Relatório da Gestão da Seccional do Espírito Santo, em 2016, demonstra a eficiência de toda a Diretoria, órgãos e comissões, revelando uma administração financeira equilibrada, segundo os aspectos mais relevantes assinalados no corpo do Relatório e que me permitem concluir, pois, pela aprovação”, declarou.

De acordo com o diretor-tesoureiro da OAB-ES, Giulio Imbroisi, a aprovação das contas demonstra o compromisso da Seccional com a austeridade, o controle de gastos e o respeito às normas de boa gestão. “Esse é o resultado de uma boa destinação de recursos, que obedece a critérios e diretrizes estabelecidas por lei”, reforçou.

Para o Conselheiro Federal Henrique Tavares, é o reconhecimento do bom trabalho desempenhado pela Diretoria da Ordem. “É importante porque demonstra a forma responsável com que a diretoria tem cuidado das contas. Além de ampliar os serviços, verificamos a entrega de obras e estruturas para a advocacia, tudo dentro do orçamento”, declarou.

Luciano Machado, também Conselheiro Federal da OAB, falou do exemplo que a Seccional prestou as demais com essa aprovação. “É um avanço na administração da OAB-ES, que entende da importância de manter as contas registradas e realizar um controle integral delas. Demonstra avanço da gestão atual e serve de exemplo para o país”, disse.  

Saiba

Ao longo dos últimos dois anos, a diretoria da OAB-ES vem ampliando serviços e investindo em melhorias para a advocacia, sobretudo no interior do Estado. Foram inauguradas ou reformadas as sedes de São Mateus, Nova Venécia, Guaçuí, Barra de São Francisco, Unidade de Laranjeiras – Serra, e Guarapari. Está ainda em reforma a sede de Linhares e em construção as de Castelo e Cariacica.

Também foram ampliadas ou inauguradas salas de apoio em diversos municípios do Estado, além da advocacia da Grande Vitória, que ganhou sala no Tribunal de Contas e viu ampliado o espaço no Tribunal Regional do Trabalho. Destaque para: Águia Branca, São Mateus, Pinheiros, Muniz Freire, Marilândia, Pancas, Mantenópolis, Alto Rio Novo, Afonso Cláudio e Cachoeiro de Itapemirim.

A OAB-ES garante ainda para a advocacia serviços totalmente gratuitos que fortalecem o dia a dia do profissional. São mais de 55 parcerias firmadas com diversas empresas e instituições, além de serviços contratados e disponibilizados de forma gratuita. São eles: Sistema de Controle Processual - Iturn; Navegador do Advogado, 100 pontos de Biblioteca Digital com acesso ao acervo da Revista dos Tribunais; OAB TV e Recorte Digital.

keyboard_arrow_up