OAB-ES inaugura sala em Muniz Freire e presidente Homero Mafra cobra tratamento isonômico para advocacia

OAB-ES inaugurou sala de advogados em Muniz Freire. Foto: Divulgação.
OAB-ES inaugurou sala de advogados em Muniz Freire. Foto: Divulgação.

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Espírito Santo (OAB-ES), inaugurou nesta terça-feira (06) em Muniz Freire, a sala de apoio aos advogados no Fórum da cidade. Ao discursar no evento, o presidente da Seccional, Homero Mafra, deixou claro que vai cobrar do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) tratamento isonômico para a advocacia após a implantação das novas normas de segurança nos Fóruns do Estado. 

“Nós não estamos calados diante desse abuso. Tivemos uma reunião ontem com o presidente do TJES e eu dizia que tudo aquilo que for geral, que valha para todos, a advocacia aceita. Aquilo que recair sobre advocacia, nós não aceitamos. Nós não podemos aceitar o tratamento desrespeitoso à advocacia. Nós vamos ao CNJ, mas enquanto não estivermos no CNJ, nós iremos resistir. Eu não tenho nenhuma dúvida de que o presidente Annibal Rezende Lima vai fazer valer o tratamento isonômico, mas se nós tivermos que enfrentar, vamos enfrentar”, ponderou. 

A estrutura disponibilizada para a advocacia em Muniz Freire conta com computador com acesso à internet. Agora, é possível consultar processos e fazer petições no próprio Fórum. O presidente da Ordem, contudo, garantiu que levará ao interior mais melhorias. 

“A minha presença hoje tem o significado de respeito à advocacia de fora da Grande Vitória. O respeito ao advogado que é a razão de existir da OAB-ES. Nós temos que fazer mais e nos preparar para o tempo que está vindo do Processo Judicial Eletrônico. E o que estamos fazendo para isso? Chamamos de Brigada do PJe, são dois técnicos de informática e advogado que conhecem profundamente o PJe. Os dois técnicos virão para Muniz Freire no dia marcado, irão configurar os computadores com os programas necessários e o advogado ou advogada dará o curso de treinamento do PJe”, declarou o presidente. 

A interiorização da OAB-ES passa ainda pela disponibilização de cursos para cidades como Muniz Freire. “Estamos concluindo e começaremos em julho o que chamamos de TV OAB-ES. É impossível que só a Grande Vitória tenha os cursos da ESA. Assim, conseguiremos transmitir em tempo real pela internet todos os cursos da ESA e ainda teremos um estúdio de gravação onde palestras de vinte minutos, coisas simples sobre o dia a dia da advocacia, serão gravados e estarão disponíveis para os advogados. Nós estamos instalando também as antenas que retransmitem os cursos da AASP para que os advogados possam assistir aos cursos”, reforçou Homero Mafra. 

O presidente da 7ª Subseção de Alegre, Luiz Felipe Mantovaneli Ferreira, não escondeu a felicidade em dispor para a advocacia de Muniz Freire o novo espaço. “Hoje é um dia muito feliz, acho que a sala da Ordem é um sonho. A OAB-ES tem o objetivo de priorizar estruturas melhores para os advogados. Essa inauguração tem uma simbologia muito grande, mostrando que a Ordem não se preocupa somente com os advogados da Capital, mas também com o interior e assim se preocupa com a população local também”, disse. 

Conselheiro Seccional, Celso Piantavinha foi presidente da OAB-ES em Alegre durante 15 anos e é parte desta vitória. “Eu não poderia deixar participar deste momento importantíssimo para todos nós que lutamos bastante para que a OAB-ES tivesse uma sala exclusiva no Fórum. Antigamente, o advogado que vinha de fora e procurava um colega ou um cartório para fazer uma petição ou encaminhar um requerimento. A partir de hoje, ficou definida a sala que os advogados da região e de fora poderão usar, sem ficar preocupado pensando onde poderá conversar com um cliente e realizar seu trabalho”, relatou Piantavinha. 

Para o secretário-geral adjunto da Subseção, Célio Marques Cassa, a sala de apoio do Fórum de Muniz Freire é uma vitória de toda advocacia da região. “Hoje é um dia para agradecermos a Deus, que nos deu força, ao doutor Homero Mafra por nos ajudar, e todos aqui que deram ideias e contribuíram. Isso é uma vitória de muita gente e pretendemos conseguir ainda mais”, agradeceu o advogado. 

As advogadas Eveline Vial Areas e Lenitha Soares da Silva, que atuam na cidade, também exaltaram o fato de poderem contar com uma sala no Fórum. “Parabenizamos a OAB-ES, na figura de Homero Mafra, que está sempre disposto a lutar pela advocacia. Lutamos por esta conquista há muitos anos, estamos agradecidas”, disse Lenitha. 

A inauguração da sala de apoio aos advogados de Muniz Freire contou com a presença do vice-prefeito municipal, Evandro Paulucio e de diversos vereadores representados pelo presidente da Câmara Municipal, Gedelias Souza. “Ganham os advogados com a nova estrutura, e ganha a cidade que, de certa forma, está mais apta a receber esses profissionais”, falou o vice-prefeito.

Galeria de Fotos

keyboard_arrow_up