Nota de pesar pelo falecimento do advogado Lino Santos Gomes

Advogado Lino Santos Gomes faleceu nesta terça-feira (06). Foto: Divulgação.
Advogado Lino Santos Gomes faleceu nesta terça-feira (06). Foto: Divulgação.

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Espírito Santo (OAB-ES), lamenta o falecimento do advogado Lino Santos Gomes, um dos fundadores da OAB. O velório acontece a partir das 12h30, no Parque Jardim da Paz, em Vila Velha, e o sepultamento será no mesmo local, nesta terça (06), às 16h30. 

Com o número de carteira 971, Lino Santos Gomes atuou na área cível, principalmente na Grande Vitória. Formado pela Ufes em 1962, trabalhou na própria Universidade e na Vale do Rio Doce. 

Foi um dos primeiros negros a ocupar cargos públicos, sendo deputado estadual pelo PTB, secretário de Estado da Indústria e Comércio e secretário municipal de Transportes de Vitória. Também militou contra os atos institucionais e a ditadura. 

Participou das campanhas pela anistia aos exilados políticos e pela redemocratização, eleições Diretas e Assembleia Nacional Constituinte. Atuou pelo aperfeiçoamento da Legislação de Combate ao Racismo e Discriminação Racial. 

Lino Santos Gomes teve seis filhos, entre eles o procurador da Assembleia Legislativa, José Arimathea Campos Gomes e a jornalista, atriz e poetisa, Elisa Lucinda Campos Gomes. Além de Margarida Eugenia Campos Gomes (psicanalista e professora), Marques, Lino Antônio Campos Gomes (engenheiro) e Paulo de Tarso Campos Gomes (autônomo).

Em homenagem ao pai, Elisa Lucinda escreveu o poema “Mas é a cara do Lino”, publicado no livro A poesia do Encontro, feito em parceria com Rubem Alves.

keyboard_arrow_up