NOTA: Comissão da Mulher Advogada está de prontidão e condena agressões

Tendo em vista notícia veiculada na mídia de que uma advogada foi vítima de agressores em razão do gênero e considerando as atribuições da Comissao da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Espírito Santo (OAB-ES) e embora não tendo sido oficialmente comunicada sobre as agressão pela mesma sofridas, declara que está de prontidão para prestar todo apoio que a advogada venha a necessitar.

A Comissão da Mulher lamenta que agressões como a do último domingo estejam fazendo parte do cotidiano do capixaba e pede união da sociedade, organizações públicas e privadas, para que a tão almejada mudança da cultura machista seja alcançada. É preciso dar um basta e condenar todo tipo de agressão, seja ela física ou psicológica. Não se pode admitir conviver com atos de tamanha repulsa.
keyboard_arrow_up