Linhares comemora inauguração de sala dos advogados

ª

“Os advogados dessa jurisdição acabam de receber um importante aliado para o exercício digno de sua profissão. Esse espaço irá facilitar o dia a dia do advogado”. Foi com esta afirmação que o presidente interino da 3ª Subseção, José Massucatina, definiu a entrega da nova sala dos advogados no município de Linhares. A solenidade de inauguração aconteceu na tarde desta quarta-feira (16) na Vara do Trabalho da cidade.

Atualmente a região possui cerca de 330 profissionais de Direito registrados. Além disso, advogados de Sooretama, Rio Bananal e, inclusive, dos estados da Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro também recorrem a estrutura do local. “A demanda tem aumentado e por essa razão, a instalação de um ponto de apoio é imprescindível para exercer o trabalho”, constatou Massucatina.

Assim como ocorreu em Linhares, a Caixa de Assistência dos Advogados do Espírito Santo (CAA-ES) já equipou outros 15 espaços com mobiliário, computadores modernos, rede integrada de internet, impressora e equipamentos. As salas são montadas de acordo com as demandas apontadas pelos presidentes e seus delegados que identificam as necessidades relativas de cada localidade.

A estruturação da sala faz parte do Projeto de Interiorização da CAA-ES com o apoio da OAB-ES e parceria do projeto OAB Século XXI. O objetivo do projeto é a integração da Caixa com todas as 16 subseções e ainda a promoção e dinamismo na relação entre as instituições, ofertando assim, melhorias e benefícios para os advogados do interior, contribuindo com o desenvolvimento das atividades de forma rápida e confortável.

O presidente da CAA-ES, Carlos Augusto Alledi de Carvalho, explica que esta é a primeira fase do Projeto de Interiorização. A outra etapa visa oferecer cursos de capacitação aos profissionais de Direito. “Em primeiro lugar, ofertamos melhores condições de trabalho e agilizamos o serviços executado pelo advogado capixaba. Em seguida, vamos instruí-lo para uma melhor desenvoltura do exercício da sua profissão”, adianta Alledi.

Fonte: CAA-ES

Foto: CAA-ES

 

keyboard_arrow_up