Especialista em Ciência da Informação considera novo site da OAB-ES um “case” de democratização

“O novo site mostra com tem sido democrática a gestão da OAB-ES. Ele é um espelho da atual administração”. Essa é a opinião do professor do curso de Comunicação Social da Universidade  Federal do Espírito Santo (Ufes) e estudioso das redes sociais, Fábio Malini.

Para ele, o novo site é, sem dúvida, um case nacional dentro de um universo de páginas das Ordens do país. “Ele é um case porque une agilidade de informação, participação, mapeamento de geolocalização de dados, quer dizer, ele reúne um conjunto de informações  que estão muito associadas ou mesmo muito ligadas a questões de alto nível no mundo. É um case tanto na área de informação, quanto na área de participação e, sobretudo, é um case de democratização”, afirma Malini, que é mestre em Ciência da Informação e doutor em Comunicação e Cultura.

No que diz respeito às notícias, o site segue a mais atual tendência mundial. As matérias de interesse dos advogados são organizadas por 'tags' ou indexações para facilitar a busca por assuntos, datas, ou mesmo por pessoas ou entidades citadas. Para o professor Malini, tudo isso garante mais democracia no direito à informação. “Anteriormente, a informação ficava um pouco espalhada, até mesmo muito oculta. Acho que agora o site permite que a informação seja acessada de maneira mais rápida e, sobretudo, mais acessível para as pessoas que precisam de informação sobre a Ordem. É a socialização da informação de vários tipos, aquela ligada aos cursos, aquela ligada ao dia a dia, aquela ligada às decisões” afirma.

Responsável por coordenar o desenvolvimento do site, o presidente da Comissão de Tecnologia e Informação da Seccional, o conselheiro Raphael Madeira Abad, afirma que o resultado alcançado vai ao encontro do projeto da Ordem de ampliar a participação direta dos advogados na gestão da Seccional.

“O novo site, na verdade, é um portal, que agrega a função de ser uma central de notícias, está ligado às redes sociais, e está preparado para se tornar a peça principal de um projeto ainda mais dinâmico e interativo que se pretende implantar”, explica Abad.

O advogado Claudio de Oliveira Santos Colnago, que também é membro da Comissão de Tecnologia e Informação da Ordem, destaca que o site “atende a todas as categorias de advogados, desde os nativos digitais aos advogados ainda não totalmente familiarizados com as novas tecnologias”. O novo site, segundo ele, pretende ser um ‘hub digital’ da advocacia, ou seja, aquele endereço de internet no qual todos os advogados capixabas convergem, seja para a obtenção de informações, seja na busca de serviços e utilidades que a Ordem lhes oferece.

 O portal é rico em detalhes e novidades “Além da interatividade, destacamos a transparência, por meio da agenda dos principais eventos, das prestações de contas disponíveis a todos e a preservação da memória, com a TV OAB, na qual podem ser encontrados desde vídeos de palestras”.

keyboard_arrow_up