CEAIC: Reunião nesta quinta terá palestra sobre perícia criminal e judicial

A jovem advocacia está convidada para a palestra “Aspectos gerais da perícia no âmbito da perícia criminal e judicial, destacando o papel do assistente técnico e a prova antecipada”. A palestra será proferida pelo presidente do Instituto Mineiro e Capixaba de Perícia, Eder Marcio Mascarenhas, como parte da programação da reunião mensal da Comissão Estadual de Advogados em Início de Carreira (CEAIC), marcada para dia 10, quinta-feira, às 18 horas, no Auditório da OAB-ES.

Segundo Eder Mascarenhas, a proposta é fazer uma explicação geral sobre o que é perícia, para que é utilizada, o que é perícia criminal, o que é uma perícia judicial e qual a importância do assistente técnico. “A perícia criminal fica a cargo do poder público, que é feita onde existe crime. Já a figura do perito judicial contribui para auxiliar o juiz em uma decisão técnica, que pode estar relacionada a valor, a comprovação da autenticidade de uma nota promissória ou a culpabilidade no caso de um acidente em uma ação de cobrança”, explicou o palestrante.

Eder Mascarenhas concluiu: “Em se tratando de prova antecipada, vou explicar a importância do perito em situações como, por exemplo, em uma cirurgia plástica, quando o paciente não fica satisfeito com o resultado. O advogado indica um perito para fazer uma avalição médica e o profissional da saúde produz um laudo, que será incluído na petição como prova. Esta prova antecipa o risco processual.”

Na ocasião, também estarão em pauta a discussão sobre novos projetos e os temas que foram tratados no Encontro Nacional do Jovem Advogado, no último dia 27, na sede da Seccional do Piauí em Teresina, que contou com a participação da presidente da CEAIC, Natálya Assunção.

Hoje a jovem advocacia já representa 25% de todos os advogados do Brasil, mais de 250 mil profissionais. Aqui no Estado, a OAB-ES, por intermédio da CEAIC, vem dando o apoio necessário ao jovem advogado, atuando em diversas frentes. Exemplo disso ocorreu no último dia 19, durante a audiência pública com o ouvidor do CNJ, Fabiano Silveira,  no auditório da OAB-ES, quando Natálya Assunção fez a entrega de uma carta de pleitos da jovem advocacia com alguns pontos críticos do Poder Judiciário capixaba.

A CEAIC tem perfil no Facebook e no Instagram.

Na página da OAB-ES na Internet – www.oabes.org.br – há também um link especial da CEAIC onde os interessados têm acesso às informações atualizadas das ações e projetos da Comissão.

#somostodosoab
#somostodosceaic

 

 

keyboard_arrow_up