2017: I Encontro da Advocacia do Caparaó reúne dirigentes nacionais no Espírito Santo

O 1º Encontro da Advocacia do Caparaó, que aconteceu em julho de 2017 na Subseção de Alegre, foi um marco para a advocacia da região, com a presença de dirigentes nacionais da OAB, entre eles o presidente do Conselho Federal Claudio Lamachia, e o vice-presidente Luís Cláudio da Silva.

Foi um momento de celebrar a interiorização da Ordem, valorizando e respeitando a advocacia presente em todo o Estado.

Na ocasião, Claudio Lamachia falou das mazelas do Poder Judiciário no país, mesmo diante da alta carga tributária imposta aos brasileiros. “Faltam juízes e servidores em uma grande quantidade de Comarcas no Brasil. A OAB tem denunciado isso. Precisamos olhar para este tema com responsabilidade. ”

Já o presidente da OAB-ES, Homero Mafra, destacou a importância de estar no interior do Espírito Santo e conhecer de perto os problemas da advocacia que atua na região. “Vindo aqui aprendemos muito. Aprendemos que há um Judiciário que não olha para a população. Que os advogados de Bom Jesus do Norte não querem propor ações na Comarca porque elas não andam. Um Judiciário que pensa nele mesmo. A Justiça de primeiro grau hoje é de ficção.”

O encerramento do evento foi feito pelo presidente da OAB-ES e pelo vice-presidente da OAB Nacional, Luís Cláudio da Silva Chaves, que afirmou que “a saída para o Brasil é o cumprimento da Constituição e a OAB é indispensável à administração da Justiça. Por isso temos que ser ouvidos e participar das decisões. Não podemos ser tratados como figuras externas da prestação jurisdicional. ”

Comprovando a força da OAB-ES, o evento reuniu vários dirigentes de outros estados como o Presidente da OAB São Paulo, Marcos da Costa, Presidente da OAB de Minas Gerais, Antônio Fabrício de Matos, presidente da Seccional da OAB Paraná, José Augusto de Noronha, Presidente da OAB Bahia, Luiz Viana e o presidente da Subseção de Manhumirim-MG, Fernando Cezar.

keyboard_arrow_up