Mulher advogada

OAB-ES publica edital para artigos científicos em obra coletiva “Covid-19: Gênero, raça e sexualidade” 



A OAB- ES, por meio da Comissão da Mulher Advogada, lançou edital para publicação de artigos científicos que comporão a obra coletiva “Covid-19: Gênero, raça e sexualidade”.   

O objetivo é reconhecer, prestigiar e registrar o trabalho acadêmico das juristas capixabas. O livro contará com a participação somente de advogadas.    

A obra coletiva foi idealizada pela secretária-geral da Comissão, Luiza Dalmaso da Silva e também será organizada pela vice-presidente da OAB-ES, Anabela Galvão; pela presidente da Comissão,  Livia Cipriano Dal Piaz; pela vice-presidente da Comissão, Juliana Pimentel Miranda dos Santos e pela secretária adjunta, Genaina Ferreira de Vaconcellos.   

Dentre os requisitos para participação estão: qualidade da pesquisa: relevância do tema, atualidade, argumentação, acerto das informações; originalidade do tema e da abordagem; qualidade do texto: domínio da norma, estruturação do texto, utilização correta da ortografia, coesão, coerência e bibliografia e profundidade do estudo.  

Os artigos poderão ser escritos individualmente ou por até duas juristas em coautoria. A publicação da obra será de forma digital no site da OAB-ES (www.oabes.or.br) em 2021.  

O artigo científico deverá ser encaminhado para o e-mail cadastrodepalestrantes@gmail.com, em formato word e em pdf até 15 dezembro de 2020.   

“Como é de conhecimento, no contexto da pandemia da COVID-19, as disparidades sociais têm ficado mais evidentes, nacional e globalmente.  O isolamento social imposto pela pandemia da COVID-19 traz à tona, de forma potencializada, impactos sobre a vida das mulheres, como por exemplo: a violência doméstica; o feminicídio; a desigual divisão de tarefas domésticas; a diminuição do trabalho acadêmico feminino; o desemprego das mulheres que pertencem aos grupos sociais vulnerabilizados. Inegável, ainda, que a pandemia da COVID-19 acentuou o genocídio de determinados grupos sociais – população negra, LGBTQIA+, indígenas, etc. Uma crise sanitária, econômica, social e humanitária que permite abordagens multidisciplinares e exige múltiplas intervenções em diferentes áreas.  Considerando tal realidade, por meio da COLETÂNEA “COVID-19: GÊNERO, RAÇA E SEXUALIDADE”, a Comissão da Mulher Advogada da OAB-ES pretende (re)conhecer, prestigiar e registrar o trabalho acadêmico das juristas capixabas, que versem sobre os impactos da pandemia da Covid-19 na vida das mulheres.  Para além disso, possibilitará o enfrentamento do preconceito, da discriminação e da violência, por meio da conscientização e diálogo sobre temáticas que envolvam gênero, raça e sexualidade”, explicou Luiza Dalmaso da Silva, idealizadora do projeto. 

Confira o edital na íntegra 

 

keyboard_arrow_up