Em fase de teste

OAB-ES lança aplicativo para facilitar denúncias de violações de prerrogativas

O presidente José Carlos Rizk Filho lança o aplicativo ao lado do diretor de Prerrogativas, Eduardo Sarlo, e da presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas, Camila Brunhara
O presidente José Carlos Rizk Filho lança o aplicativo ao lado do diretor de Prerrogativas, Eduardo Sarlo, e da presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas, Camila Brunhara


Os advogados que atuam no Espírito Santo passam a contar, a partir desta terça-feira (22/10), com uma ferramenta que vai facilitar as denúncias de violações de suas prerrogativas. A OAB-ES aderiu ao aplicativo nacional contra violações de prerrogativas, criando uma nova estrutura para atender aos chamados da advocacia.
Baixando o aplicativo, disponível em plataformas Android e IOS, o advogado terá condições de acionar rapidamente o plantão de Prerrogativas da Ordem, inclusive adicionando fotos, vídeos e gravações. "É a defesa das prerrogativas da nossa classe na palma da mão", comemora o presidente da OAB-ES, José Carlos Rizk Filho.
Nos próximos 30 dias, o aplicativo estará em fase de testes na Ordem. "O sistema de aplicativo é simples, não tem esse negócio de protocolo no Dataged. Às vezes o advogado ou a advogada nem sabem o que é o Dataged. Com o aplicativo, eles terão acesso a anexar áudio, texto, fotos, vídeos. Não haverá mais a necessidade de sair do fórum onde houve a agressão às prerrogativas e ir ao escritório para fazer login no Dataged, criar uma senha e reclamar. Muitos até desistiam. O sistema de aplicativo vai dar condições de o advogado enviar a denúncia no mesmo minuto. Tenho ao meu lado pessoas competentes e corajosas que estão envolvidas nesse trabalho, que são o diretor de Prerrogativas da Ordem, Eduardo Sarlo, e a presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas, Camila Brunhara", destacou Rizk.
O presidente ressaltou ainda que a defesa das prerrogativas não é só uma defesa da classe; é a defesa da lei e um direito da sociedade. "O advogado, ao fazer valer suas prerrogativas, faz valer os direitos do cidadão que ele está representando", acrescentou.
Para o diretor Eduardo Sarlo, o aplicativo "é mais uma forma de o advogado se comunicar com a Ordem, dialogar e trazer problemas que acontecem no dia a dia do seu trabalho. Mais uma vez, é a Ordem se aproximando da advocacia, do cidadão e defendendo a classe."
A presidente da Comissão de Prerrogativas, Camila Brunhara, também ressaltou a aproximação com a advocacia. "O lançamento desse aplicativo é muito importante para o fortalecimento da atividade profissional de forma plena, porque nós vamos ter a possibilidade de conhecer as demandas que, muitas vezes, não são reportadas à nossa Comissão devido às dificuldades do sistema Dataged. Com o aplicativo, nós vamos ter mais condições de fazer uma atuação incisiva no combate às prerrogativas violadas. Essa ferramenta vem como instrumento para facilitar a comunicação do advogado com a gente. É uma aproximação importante. Estamos apostando muito nesse trabalho", declarou.
O lançamento do aplicativo no Estado está na programação da Caravana Nacional de Prerrogativas, que começa nesta terça-feira (22/10) e vai até quinta, com a presença de dirigentes do Conselho Federal da OAB-ES.
keyboard_arrow_up